Bolo de Limão com Cobertura de Bis®

Receitas

 

bolodelimãocombis

 

Tipo de Prato: Sobremesa

Tempo de Preparo: mais de 1 hora

Rendimento: 10 porções

 

Ingredientes

  • 6 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 e 3/4 de xícara (de chá) de açúcar
  • 2 ovos
  • 1/2 xícara (de chá) de leite
  • 1/4 xícara (de chá) de suco de limão
  • 1 colher (de sopa) de raspas de limão
  • 2 e 1/2 xícaras (de chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (de sopa) de fermento para bolo

Cobertura:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1/2 xícara (de chá) de suco de limão
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 caixa de chocolate Bis

 

Modo de Preparo

  1. Na batedeira, bata o açúcar com a manteiga até ficar um creme
  2. Depois, continue batendo e acrescentando os ovos
  3. Acrescente as raspas e o suco de limão, bata mais um pouco
  4. Junte o leite e a farinha de trigo e bata rapidamente
  5. Por último acrescente o fermento misturando levemente
  6. Coloque em uma forma untada e polvilhada com farinha de trigo e leve ao forno médio, até que você enfie o palito na massa e este saia limpo
  7. Deixe esfriar e desenforme

Calda:

  1. Misturar o leite condensado com o suco de limão
  2. Acrescente o suco de limão
  3. Depois coloque o creme de leite misturando levemente
  4. Esfarele o chocolate BIS coma as mãos até fazer uma farofa
  5. Desenforme o bolo quando estiver frio e despeje sobre ele a calda e por cima a farofa de Bis
Categorias: Receitas, Sobremesas | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Filé de Peixe Assado

Receitas

 

filedepeixeassado

 

Tipo de Prato: Prato Principal

Tempo de Preparo: 40 minutos

Rendimento: 4 porções

 

Ingredientes

  • 500 g de filé de peixe (tilápia, saint peter ou outro)
  • 4 batatas grande descascada em rodelas de 0,5 centímetro de espessura
  • 2 tomates picadinhos
  • 1/2 pimentão(se ele for grande)
  • 1 cebola média picada em cubos
  • 1 colher (sopa) cheia de alcaparras
  • Cheiro verde a gosto
  • Coentro a gosto (opcional)
  • 1/2 colher (sopa) de sal
  • 1 dente de alho (pequeno) bem espremido
  • Azeite a gosto

 

Modo de Preparo

  1. Tempere o filé de peixe com sal e alho e reserve
  2. Misture o tomate, cebola, pimentão e alcaparras e tempere com um pouco de sal e junte o cheiro verde e coentro
  3. Reseve
  4. Unte um refratário com azeite, e forre com as batatas cruas
  5. Cubra as batatas com o peixe e por cima distribua a mistura do tomate
  6. Regue com bastante azeite e leve ao forno por mais ou menos 30 a 40 minutos
  7. Quando secar o líquido que acumula no fundo da forma quando está assando e ficar dourado está pronto
  8. Sirva com arroz integral ou branco, é uma delícia!
Categorias: Peixes, Prato Principal, Receitas | Tags: , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pizza de quatro queijos para festas

Receitas

 

pizza4queijos

 

Tipo de Prato: Acompanhamento

Tempo de Preparo: 45 minutos

Rendimento: 8 porções

 

Ingredientes

Massa:

  • 1/2 kg de farinha
  • 30 g de fermento
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de açúcar
  • Água morna
  • Óleo

Recheio:

  • Mussarela
  • Parmesão
  • Gorgonzola
  • Catupiry (queijos a gosto)

 

Modo de Preparo

Massa:

  1. Misture muito bem os ingredientes da massa numa tigela de plástico
  2. Deixe crescer sozinha numa forma coberta de um pano
  3. Depois da massa crescida, pegue um pedaço e ponha numa forma, essa bola de massa terá de ser amassada até ficar normal

Recheio:

  1. Coloque os ingredientes na massa, e depois coloque no forno
  2. Darão mais de uma pizza, portanto, usados em festas
Categorias: Acompanhamentos, Aperitivo, Festivas, Pizza, Receitas | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Franguinho da roça

Receitas

 

franguinho

 

Tipo de Prato: Prato Principal

Tempo de Preparo: 1 hora

Rendimento: 8 porções

 

Ingredientes

  • 1,5 kg de coxa e sobre coxa
  • 1 cebola picadinha
  • 5 tomates picados em cubos
  • Quiabos cortados em rodelas
  • Cheiro verde, pimenta, alho e sal a gosto

Modo de Preparo

  1. Em uma panela grande aqueça o óleo e frite os pedaços de frango até dourar
  2. Acrescente a cebola picada e deixe dourar
  3. Escorra os pedaços de frango e reserve
  4. Em outra panela frite o quiabo com um pouco de cebola até que o quiabo esteja macio
  5. Em uma panela de barro (opcional) coloque um pouco de óleo ou azeite para o frango não grudar e coloque em fogo baixo, acrescentando o tomate, o quiabo e o cheiro verde
  6. Deixe o tomate derreter um pouco e desligue
  7. Sirva com arroz branco e salada verde
Categorias: Aves, Prato Principal, Receitas | Tags: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cassata

Receitas

 

cassata

 

Tipo de Prato: Sobremesa

Tempo de Preparo: 40 minutos

Rendimento: 15 porções

 

Ingredientes

  • 4 gemas
  • 4 claras
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas (lata) de leite comum
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 4 colheres de achocolatado em pó
  • 2 colheres de água
  • 6 colheres de açúcar

 

Modo de Preparo

  1. Numa panela, coloque o leite, o leite condensado e as gemas
  2. Leve ao fogo
  3. Assim que ferver, retire e deixe esfriar
  4. Bata as claras em neve com o açúcar em ponto de suspiro
  5. Misture o creme de leite com uma colher
  6. Em seguida, misture a clara em neve com o creme já frio
  7. Caramelize uma forma de pudim com açúcar
  8. Jogue a mistura feita com o achocolatado em pó e a água por cima do caramelo na forma
  9. Coloque a mistura da clara em neve na forma também e leve para congelar por, no maximo, 4 horas
  10. Quando desenformar, jogue mais um pouco da calda de chocolate por cima

Informações Adicionais

  • Essa receita fica parecendo um sorvete. Fica uma delícia preparada no calor!!!
Categorias: Receitas, Sobremesas | Tags: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quibe Frito

Receitas

 

quibefrito

 

Tipo de Prato: Acompanhamento

Tempo de Preparo: 1 hora

Rendimento: 30 porções

 

Ingredientes

  • 1 ovo inteiro
  • 500 g de carne moída (2 vezes processada)
  • 1 cebola ralada
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Salsinha a gosto
  • 2 colheres de farinha de trigo
  • 2 xícaras de trigo para quibe
  • Óleo para fritar

 

Modo de Preparo

  1. Colocar o trigo para quibe de molho por aproximadamente 4 horas
  2. Escorrer bem a água do molho e colocar em uma travessa que possa colocar os demais ingredientes, misturar bem
  3. Fazer os quibes e fritar em óleo quente até dourar
  4. Sirva com pedaços de limão
  5. É importante colocar o ovo e a farinha, para que não desmanche na hora de fritar
Categorias: Acompanhamentos, Aperitivo, Receitas, Salgados | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 16: Eclipse – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 15: As fases da Lua – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 14 – Pressão atmosférica – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 13: Elementos Químicos e Substâncias – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Tudo a nossa volta é composto de substâncias e todas elas possuem elementos químicos, como os metais. Você relembrará como eles comportam-se no estado sólido e no estado líquido com relação à condução de eletricidade. Além disso, entenderá como funcionam e do que são feitas as pilhas e baterias.

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Aula 12: Misturas e Substâncias – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Os elementos químicos podem produzir substâncias diferentes. Você aprenderá como elas possuem pontos de fusão e de ebulição específicos e saberá sobre os diferentes estados físicos da matéria. Além disso, verá que algumas substâncias conduzem eletricidade tanto no estado sólido quanto no estado líquido e outras, só conduzem eletricidade no estado líquido.

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 11: Testando os Materiais – Telecurso – Ciências

 

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Os metais são um grupo de elementos químicos fundamentais para o nosso dia-a-dia. Você descobrirá que diferentes substâncias podem conduzir eletricidade ou não. Descobrirá também que os metais são excelentes condutores. Além disso, verá que alguns metais se fundem com mais facilidade do que os outros.

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Aula 10: A Água e Suas Transformações – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

 

Icebergs são grandes blocos de gelo feitos de água doce que flutuam no mar. Você observará que a densidade do gelo é menor do que a densidade de água e que ela pode se apresentar em diferentes estados físicos: sólido, líquido e gasoso. Além disso, aprenderá que as mudanças de estado físico dependem de variações de temperatura e de pressão das substâncias.

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , , | Deixe um comentário

Aula 09: As Substâncias que Formam o nosso Planeta – Telecurso – Ciências

Capa Agronomia

Ensino Fundamental: Ciências

 

Confira a teleaula:

 

Os materiais são formados por substâncias e as propriedades específicas de cada uma delas determinam suas utilidades. Você aprenderá que novas propriedades podem aparecer quando se misturam duas ou mais substâncias. Além disso, saberá que, às vezes, a qualidade de substâncias misturadas pode revelar a diferença entre uma boa construção e uma tapera.

 

Acesse o capítulo do livro aqui!

Categorias: Ciências, Educação | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Interação entre biomoléculas

Agronomia Bioquímica

As interações entre as biomoléculas podem ser do tipo covalente ou intermolecular

 

Nas ligações covalentes o par de elétrons é compartilhado por dois átomos. Podemos citar como exemplo a ligação peptídica entre dois aminoácidos, as pontes dissulfeto entre dois átomos de enxofre presentes nas estruturas terciárias de algumas proteínas e a ligação glicosídica entre dois monossacarídeos.
As forças intermoleculares são não-covalentes e mais fracas que as covalentes pois não ocorre o compartilhamento de um par de elétrons. Nessas forças ocorre a atração entre as cargas parciais positivas e negativas de dois átomos de moléculas diferentes fazendo com que as moléculas se aproximem. Existem quatro principais tipos de forças intermoleculares: forças de Van der Waals, eletrostática, ligação de hidrogênio, interação dipolo-dipolo.

Forças de Van der Waals

Nesse tipo de interação intermolecular, a distribuição de cargas em torno de uma molécula muda com o tempo, dessa forma em um dado momento a distribuição de cargas não é simétrica e um lado da molécula apresentará uma grande quantidade de cargas negativas, por exemplo, induzindo dessa forma que uma outra molécula vizinha apresente uma quantidade de cargas positivas correspondente de um lado da molécula, ocorrendo dessa forma a atração entre esses dipolos formados nas moléculas.

Forças de Van der Waals.

Forças de Van der Waals.

Nessa interação, uma molécula induz a formação de um dipolo na outra sendo consideradas as interações mais fracas existentes. Esse tipo de interação ocorre entre os grupos R de aminoácidos apolares.

 

Interação dipolo-dipolo

As forças dipolo – dipolo são interações entre moléculas polares sendo consideradas forças intermediárias.

Interação do tipo dipolo-dipolo.

Interação do tipo dipolo-dipolo.

Na molécula da acetona o átomo de oxigênio, mais eletronegativo, faz uma dupla ligação com o átomo de carbono, menos eletronegativo. Dessa forma há a formação de um dipolo na molécula pois o par de elétrons da ligação C=O estará mais próximo do átomo de oxigênio pois este é o átomo mais eletronegativo. Este adquire carga parcial negativa e deixa o outro lado da molécula (átomo de carbono) com carga elétrica parcial positiva. O lado negativo de uma molécula atrai o positivo da outra e dessa forma ocorre a interação entre as moléculas.

 

Atração eletrostática

Esse tipo de interação é o resultado das forças atrativas entre cargas opostas efetivas de funções polares, ou seja, ocorre devido a atração de uma molécula carregada positivamente com outra molécula carregada negativamente. Essas interações são consideradas as mais fortes existentes e ocorrem entre radicais carregados de aminoácidos.

 

Ligação de Hidrogênio

A ligação de hidrogênio é a interação entre o átomo de hidrogênio ligado a um átomo de O, N ou F de uma molécula com o átomo de N, O ou F de outra molécula. A ligação de hidrogênio é uma força intermolecular mais fraca que a íon-íon mais é mais forte que as forças de Van der Waals ou dipolo – dipolo.
Uma explicação plausível para a formação das ligações de hidrogênio é a de que o par de elétrons que liga um átomo de hidrogênio a um átomo altamente eletronegativo está efetivamente afastado do núcleo do hidrogênio, diminuindo muito a densidade de carga negativa ao redor do núcleo de hidrogênio que é um simples próton. Assim, o próton não blindado atrai elétrons que circundam o átomo eletronegativo de uma molécula vizinha.

Ligação de hidrogênio entre as moléculas de água.

Ligação de hidrogênio entre as moléculas de água.

São consideradas interações de força intermediária e ocorrem entre grupos polares sem carga dos aminoácidos polares.

 

Interação Hidrofóbica

Além desses quatro tipos, existem ainda as interações hidrofóbicas que são atribuídas devido a forte tendência das moléculas de água excluírem grupos ou moléculas apolares. Essas interações ocorrem entre solutos não polares e a água.

Interação hidrofóbica entre solvente apolar e a água.

Interação hidrofóbica entre solvente apolar e a água.

Moléculas apolares de solutos se aglomeram entre si na presença de água, não porque tenham primariamente uma alta afinidade uma pela outra, mas porque a água liga-se fortemente a si mesma.

Categorias: Agronomia, Bioquímica | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com. O tema Adventure Journal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: